quinta-feira, 30 de abril de 2015

Sonho Misterioso

"Tive um sonho muito doido, envolvendo reboot do universo. Poucas coisas foram mudadas e eu fui um dos únicos que continuou com a memória do universo antigo.

Do que eu me lembro, eu tava num corredor com umas salas conversando com uma outra pessoa:

"- O que aconteceu com ela?
- Ela se cansou, se continuar assim pode morrer.
- E agora, o que vamos fazer?
- Vou pedir pra mudarem a realidade.
- Não, não faça isso. Pera, vc pode mudar a realidade?
- Não, mas sei quem pode.
- E vai mudar só por causa dela?
- O mundo será um lugar melhor, não tem a ver apenas com ela, e sim com todos.
- Mas...
- Não se preocupe, você terá um lugar especial."

Daí essa pessoa fez uma ligação e pronto, o mundo rebootou. Só senti um silêncio profundo por menos de um segundo, depois continuei em silêncio tentando entender a situação. Então a pessoa quebrou o silêncio:

"- Pronto.
- O que? Só isso? O mundo já reiniciou?
- Sim.
- E meus amigos? E minha família? Eles ainda me conhecem?
- A maioria.
- Como assim a maioria?
- Vamos. Te mostrarei o novo mundo... Aqui costumava ser sua casa, não se lembra? Agora está maior e diferente."

Acompanhei essa pessoa, que a essa altura já havia mudado de forma. Logo após sair do corredor e entrar em um outro, estava rolando um show. Estranhei, mas não me importei. A pessoa virou pra mim e disse:

"- Aqui era sua escola. Agora está maior e diferente.
- E pq tá tendo um show na sala de aula?
- O espaço foi reservado para um show especial pros alunos.
- Comigo não tinha isso. Vou entrar pra ver.
- Não entre. Fique aqui e ouça. E não estranhe se eles não tocarem alguma música que vc conheça. Nesse novo universo, nem todas as músicas existiram. Na sua mente vc perceberá as que nunca existiram.
- Qual é, sério isso? Logo as melhores? Não posso deixar assim, vou dizer a eles.
- Não. Não corrompa o equilíbrio do novo universo.
- Mas eu quero que eles saibam. A não ser que eu recomende ideias novas pra ele, embora eu me sinta mal pq estou tecnicamente roubando as próprias ideias dele ou da empresa.
- Se elas nunca existiram, não tem com o que se preocupar.
- Tá, mas existiram em outro universo, eu...
- Apenas aceite.
- Ok.
- Vamos, tenho algo pra te mostrar."

Saímos desse local e nos deparamos com um lugar repleto de pessoas, pareciam estar comemorando alguma festa. Era ao ar livre, espaço grande, no fim haviam duas portas grandes. Passei por elas, andei pelas ruas e a pessoa me pediu pra entrar em outro local. Quando entrei, fiquei surpreso com o local. Imenso, de altura incalculável, repleto de pessoas, como se fosse uma extensão da tal festa lá fora, ou melhor, a festa parecia extensão. A pessoa voltou a falar:

"- Chegamos ao ponto em que você ficará por enquanto.
- O que acontecerá aqui?
- Não posso revelar. Aqui ficava sua universidade. Agora está maior e diferente. O local que estamos é o salão de festas.
- Mas isso não... A sim, agora existe e tenho que aceitar.
- Sim.
- Meus amigos estão aqui?
- Alguns. Não só eles como seus familiares tb. Venha."

Caminhando entre as pessoas cheguei a um grupo de amigos que estavam sentados numa mesa. Reconheci todos e perguntei se eles se lembravam de mim. Eles disseram que sim. A pessoa me chamou a atenção cochichando:

"- Todos seus amigos presentes aqui se lembram de você. Não precisa perguntar isso. Não estranhe o equilíbrio.
- Me desculpe, não sabia.
- Tudo bem, erro meu por não avisar."

Perguntei sobre meus outros amigos e eles disseram que estavam na festa. A pessoa então me chamou e continuei andando.

"- Ela está aqui?
- Ela quem?
- Não ela o último motivo pra isso aqui acontecer, mas ela ela, sabe de quem falo. Ela.
- Sim, eu sei. Não, ela não está. É melhor assim.
- Tive esperança de que nós pudéssemos ser felizes aqui.
- De certa forma serão, nesse novo universo, mas não do jeito que pensam.
- Como assim?
- Quando chegar a hora entenderá. Me siga, quero te levar a algumas pessoas."

A pessoa me levou até minha família. Mais a frente, alguns conhecidos. Depois de conversar com boa parte, notei uma tela grande. Iam exibir filmes. Tive uma surpresa de passarem coisas que nunca haviam lançado no Brasil.

"- Alegre-se. Nesse universo, filmes de diversos países chegam aqui.
- Sério? Que legal. Como isso é possível?
- Não posso revelar mais do que o necessário."

Me sentei pra aproveitar o momento, mas algo aconteceu que me fez levantar. Caminhei entre as pessoas um tanto assustado, mas aparentando felicidade, até que uma calmaria me atingiu.

"- O que tá acontecendo?
- Você está acordando.
- Isso é um sonho?
- Sim.
- Isso explica toda essa viagem.
- Você está voltando para sua realidade.
- Eu gostaria de ficar um pouco mais. Por que estou calmo?
- Esse mundo te deixa feliz, deixa todos felizes, mas não é sua hora. Não agora.
- Hora de que?
- De vir pra cá. Deixe esse lugar, acorde, deixe que cada pessoa daqui enfrente seu próprio apocalipse. Esse local é apenas uma imaginação. Volte para o seu mundo. Tudo acabará aqui em outra realidade. É apenas um sonho..."

Acordei querendo voltar para o sonho, mas não consegui. Forcei. Rápidos flashbacks do sonho passaram na minha mente até eu chegar ao momento que acordei. O local parecia desaparecer lentamente. O mais surpreendente foi a pessoa dizer "Não adianta voltar, você acordou. Esse lugar está acabando, em breve não restará mais nada. Não aqui. Em outro local tudo está em ordem, mas aqui não. Aqui era apenas uma representação do verdadeiro local...". Foi algo do tipo. Daí me levantei e decidi relatar esse sonho."

Nenhum comentário:

Sobre Mim

Minha foto
Duque de Caxias, Rio de Janeiro, Brazil
Em 2008 criei um blog por experiência. Queria saber como era um blog. Inicialmente era apenas para reunir o que eu achava de legal pela internet. Dois anos depois, em 2010, criei meu blog com críticas de filmes, já que, embora eu não seja experiente nesse ramo, gosto de ver filmes, de entendê-los e tal. Em 2014 vieram as mudanças. O blog que reunia o melhor da internet virou um blog de matérias e histórias que eu mesmo escrevo. O blog que continha críticas de filmes, séries, curtas, shows, etc, agora são apenas filmes e séries devido a enorme demanda de conteúdo. Os modos de escrita também estão mudando para melhor. Fiquem ligados para novidades.